• Daniel Gonzales

Governo lança aplicativo e site para informais pedirem auxílio de R$ 600

Apps e portal estão no ar desde esta terça-feira, dia 7 de abril; saiba como solicitar: Terão direito ao valor, por até três meses, trabalhadores informais, desempregados, MEIs e contribuintes individuais do INSS, que cumpram requisito de renda média


A Caixa Econômica Federal lançou, site, central telefônica e os aplicativos pelos quais informais, autônomos, desempregados e MEIs podem solicitar o auxílio emergencial de R$ 600, a ser pago em três parcelas mensais.




Os trabalhadores que não tiverem acesso à internet poderão fazer o cadastro nas agências da Caixa ou nas casas lotéricas.


A Caixa também disponibilizou o telefone 111 para tirar dúvidas dos trabalhadores sobre o auxílio emergencial. Este telefone não realizará o cadastro, servindo apenas para questões gerais.


COMO FUNCIONA O PAGAMENTO?


Segundo o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, os pagamentos devem começar nesta quinta-feira, dia 9, para os beneficiários do Bolsa Família, correntistas da Caixa Econômica Federal e do Banco do Brasil.


Informais que não estão em cadastro nenhum, como correntistas de outros bancos ou que não tenham conta devem começar a receber daqui a uma semana, no dia 14 de abril. As datas são as seguintes:

  • primeira parcela no dia 14 de abril;

  • segunda parcela entre os dias 27 e 30 de abril;

  • terceira e última parcela entre 26 e 29 de maio.


Inicialmente, os recursos saem para transações digitais (pagamento de contas, DOCs e TEDs), não para saques na boca do caixa.


Quem for elegível para o pagamento do benefício terá direito às três parcelas, independentemente de quando começarem a ser pagas.


LEIA MAIS:

+ Marcas estendem garantias de produtos que venceram na quarentena

+ Seu computador pode ajudar cientistas na busca pela cura para a covid-19

+ Facebook e Nova Escola dão curso para educadores trabalharem online

QUEM TERÁ DIREITO?

O benefício será pago a trabalhadores informais, desempregados e MEIs. Será preciso se enquadrar em uma das condições abaixo:

  • ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI);

  • estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o último dia dia 20 de março;

  • cumprir o requisito de renda média (renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa, e de até 3 salários mínimos por família) até 20 de março de 2020;

  • ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social.


Além disso, todos os beneficiários deverão:


  • ter mais de 18 anos de idade e CPF ativo;

  • ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (R$ 522,50);

  • ter renda mensal até 3 salários mínimos (R$ 3.135) por família;

  • não ter recebido rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70 em 2018.


LEIA MAIS:


+ Ministério da Saúde lança canal para atender população e afastar fake news

+ Covid-19 vira isca para golpes online

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

Receba nossas atualizações

© 2019 por High Tech - Informação de Tecnologia.