• Daniel Gonzales

Nokia 9 PureView: conheça o primeiro smartphone que tem seis câmeras

Nada menos do que seis câmeras atrás, além de uma na parte frontal. Esse é o Nokia 9 PureView, smartphone Android com forte aposta na fotografia, o 'flagship' da marca finlandesa, hoje controlada pela empresa HMD, para 2019


Exagero? Cada câmera cumpre uma função no Nokia 9

Com seu visual de carro-chefe e um conjunto de câmeras totalmente distinto no mercado, o Nokia 9 PureView tem uma proposta ambiciosa, porém diferente de aparelhos celulares de fabricantes concorrentes, como Apple, Samsung ou Google.


Isso porque o PureView não tem lentes ultra-amplas aqui e nenhum zoom óptico. O objetivo aqui, sim, é fornecer uma imagem grande, detalhada e precisa - com o mínimo de processamento e processamento possível - que um entusiasta ou fotógrafo profissional pode levar para um software poderoso como o GIMP ou o Adobe Lightroom e começar a trabalhar.



Dos sete pontos na parte de trás, dois são lentes de câmera padrão de 12 megapixels (as de baixo e no centro), e as três ao redor são de câmeras monocromáticas, também de 12 megapixels. No canto superior esquerdo está o flash LED, e no canto superior direito fica uma lente que tem o objetivo de medir a profundidade. Quando você abre o aplicativo da câmera e aperta o obturador, todas trabalham ao mesmo tempo para criar uma imagem. Todas as lentes são fornecidas pelo tradicional fabricante de produtos óticos Carl Zeiss.


Vêm daí, justamente, algumas das críticas ao desempenho do poderoso smartphone: uma certa lentidão, dada a quantidade de dados a ser processada ao mesmo tempo.


Aqui aparece a diferenciação do Nokia 9: se tudo o que você quer fazer é tirar fotos rápidas para o Instagram ou capturar fotos fofas de seus filhos ou animais de estimação, este não é o telefone para você.


DETALHES EXCEPCIONAIS


Por padrão, o celular captura fotos com uma quantidade incrível de detalhes em áreas mais escuras e grande preservação de cores em condições de iluminação desafiadoras. Se a luz estiver correta, o detalhe é tão nítido que você pode cortar uma pequena parte da imagem e transformá-la em uma foto nítida e de tamanho normal. Há um modo monocromático dedicado, que tira fotos com contraste excepcional.


A HMD fez um bom trabalho conjunto com o Google para garantir que esses recursos sejam compatíveis com o Google Fotos, facilitando o ajuste rápido do ponto focal após a captura das imagens. Há também, claro, amplo suporte a tráfego de dados na nuvem, dado o tamanho dos arquivos gerados pela câmera - podendo facilmente, cada foto, ultrapassar os 50 MB.

Smartphone tem boa tela OLED e roda o Android 9 Pie

O Nokia 9 PureView roda o Android 9 Pie e tem uma boa tela OLED de 6 polegadas, de resolução 1440x2880, com uma traseira curvada de vidro brilhante. Tudo funcionando em conjunto com um dos processadores mais poderosos disponíveis atualmente para dispositivos Android, o Snapdragon 845, da Qualcomm, 6 GB de memória RAM e 128 GB.


Claro, há pontos negativos: o display não apresenta cores tão saturadas, tornando a edição das imagens no próprio dispositivo uma tarefa um pouco complicada. Além disso, em testes, o scanner de impressões digitais mostrou certa lentidão nos desbloqueios da tela.


Lançado há um mês na Ásia e Europa, o Nokia 9 custa, em média, 749 euros (cerca de R$ 3.500). Não há previsão de lançamento oficial no Brasil.

  • Branca Ícone Instagram
  • Ícone do Facebook Branco
  • Ícone do Twitter Branco

Receba nossas atualizações

© 2019 por High Tech - Informação de Tecnologia.